O Pão da Vida - Mês de Estudos Especiais 

O Pão da Vida - Mês de Estudos Especiais

Dando início ao Mês de Estudos Especiais, na segunda-feira dia 08/08/2016, Artur Valadares de Patrocínio MG, nos presentou com sua presença, trazendo-nos ensinamentos para alimentarmos nosso Espírito.

Usando Jesus Cristo como exemplo máximo do Pão da Vida, deixou-nos a mensagem de que da mesma forma que cuidamos do nosso corpo físico devemos cuidar do nosso Espírito.

Em detrimento dos objetivos apenas transitórios daqui da Terra, esquecemo-nos dos cuidados essenciais para com nosso Espírito, porque se existe uma nutrição especial para o corpo sem a qual nos sucumbiríamos por fraqueza, há também a nutrição espiritual, através de pensamentos elevados e do estudo das leis espirituais que nos regem.

É preciso cultivar o hábito de se alimentar desse alimento superior e evitar os alimentos inferiores, através de leituras edificantes e das orações. Também devemos pensar que tipo de notícias, vídeos e filmes temos buscado. Somos livres na busca, mas depois não podemos reclamar do resultado.

Quando Jesus nos dá o exemplo de repartir o pão, ele nos mostra o significado da simplicidade. Uma vida simples é uma vida feliz. Quanto mais complicamos nossa vida através das conquistas materiais, mais criamos necessidades fictícias para ser feliz e a cada conquista vamos ampliando essas necessidades. E assim nunca estamos felizes, porque nunca estamos satisfeitos.

É simples ser feliz o difícil é ser simples.

Quando deixamos de alimentar nossos Espíritos, por mais que nos achemos felizes aqui na terra, através da condição financeira que fornece esse estado de espírito, ao chegarmos ao plano espiritual estaremos como náufragos, porque toda felicidade que construímos não estava dentro de nós e sim fora. Pior ainda é que nesse momento teremos o encontro com a nossa consciência. 

Muitas vezes invejamos essas pessoas, quando na verdade devíamos ter compaixão, porque não sabem as lágrimas que plantam. Essa felicidade pode durar alguns anos, mas o que são esses anos perante a eternidade?