A Cura Interior - Centro Espírita Seareiros de Jesus - Americana/SP

A Cura Interior 

A Cura Interior

Em cumprimento ao calendário de palestras do Centro Espirita Seareiros de Jesus, esteve presente no dia 25/10/2016 ás 20h00, o palestrante JOSÉ GERALDO GERALDO, participante da casa, que abordou o tema A CURA INTERIOR.

Para melhor esclarecer sobre o assunto recorreu a variadas figuras de linguagem, interessantes recursos visuais e uma explanação atual e interessante.

Iniciando, mostrou a imagem de uma pessoa com os braços abertos para o Universo, propondo que esta é a postura que devemos adotar para a cura interior, devemos ir à busca num sentido de entrega total de dentro para fora.

Esclareceu sobre o desejo e vontade para atingir nossos objetivos baseou-se em Kardec: “Perdemos muito tempo com desejos e pouco para nos instruir”, o desejo é sentimento que todos possuem, vontade pode ser controlada.

Citou ainda segundo suas pesquisas Carl G.Jung: ”Não há despertar de consciência sem dor. As pessoas farão tudo, chegando aos limites do absurdo para evitar enfrentar a sua própria alma. Ninguém se torna iluminado por imaginar figuras de luz, mas sim por tornar consciente a escuridão”.

 Ressaltou a importância da Reflexão e Experiência, pois o trabalho de transformação interior necessita de crença e reafirma que muitas vezes somente a dor pode nos conduzir à reflexão, citou o Evangelho Segundo o Espiritismo, quanto ao Ensino Moral; esclareceu que a base para o estudo de hoje sobre o autoconhecimento (conhece-te a ti mesmo), encontra-se na antiguidade em inscrição do templo de Delfos. Citou Domingos da Cunha: “Você só cura aquilo que pode sentir”.

Com base em toda sua pesquisa e em busca de uma receita para a Cura Interior, alicerçado nas palavras de Jesus: “Deixai vir a mim as criancinhas”. Propõe que: “Libertemos a nossa criança aprisionada, pois criança brinca, sorri, é feliz e perdoa incontinente”.

Concluindo sua palestra nos deixou a sugestão: para que resgatemos a criança dentro de nós que sonhava com um mundo melhor, diferente. Que sejamos veículos para mudança dizendo, Não ao medo das criticas, exercitar o perdão, libertando assim nossa criança interior.

por Departamento de Comunicação e Divulgação