160 Anos da Publicação de  

160 Anos da Publicação de

18 de abril de 1857, data do aparecimento de “O Livro dos Espíritos” – a verdadeira fundação do Espiritismo, que, até então, só contava com elementos esparsos, sem coordenação e cujo alcance nem toda gente pudera apreender. A partir daquele momento, a doutrina prendeu a atenção de homens sérios e tomou rápido desenvolvimento, afirma o escritor e editor Maurice Lachâtre.

O Livro dos Espíritos foi publicado inicialmente com 501 perguntas e respectivas respostas, nas três partes em que se dividia a obra: “Doutrina Espírita”, “Leis Morais”, “Esperanças e Consolações”.

Quando Hippolyte Léon Denizard Rivail acabou de editar as perguntas, surgiu um problema: qual seria o título e quem deveria assinar a obra? Como não se considerava autor, e sim um organizador, deu o nome óbvio: O Livro dos Espíritos. Mas alguém precisava assiná-lo. Sendo seu nome muito conhecido do mundo cientifico, por seus trabalhos anteriores, podendo talvez gerar confusão e mesmo prejudicar o êxito do empreendimento, resolveu assinar com o nome Allan Kardec, nome que, segundo lhe revelara o guia, ele tivera ao tempo dos druidas.

O luminoso livro contém os princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da humanidade. É uma obra de filosofia, porém não aquela filosofia inalcançável e sim aquela acessível às inteligências mais humildes.

Só em março de 1860 foi publicada a segunda edição revista e acrescentada de notas e novas perguntas, tal como conhecemos hoje. E também rapidamente foi esgotada como a 1ª edição.

Nossa eterna gratidão a Allan Kardec por ter trazido para a humanidade a doutrina consoladora, fornecendo uma visão global do mundo dos Espíritos e suas relações com os seres encarnados, determinando as leis que regem a comunhão entre os dois planos da vida.

A data da publicação de O Livro dos Espíritos deu origem ao “Dia do Espiritismo”, no Brasil, conforme Decreto Lei nº 291/2007.

Em Americana, o Dia Municipal do Espiritismo (18/04) será comemorado antecipadamente no dia 08 de abril, na Câmara Municipal, com palestra e homenagem ao companheiro Jamil Salomão (in memoriam), pelo excelente trabalho prestado na divulgação da Doutrina Espírita.

Pela Presidência: Izildinha Cioldin

Fonte: Allan Kardec (Pesquisa Bibliográfica e Ensaios de Interpretação) Zêus Wantuil e Francisco Thiensen